Imprimir
Categoria: Para Meditar...
Visualizações: 288
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

Um carregador de água da índia levava dois potes grandes pendurados em cada ponta de uma vara...

Um dos potes tinha uma rachadura, enquanto o outro era perfeito e sempre chegava cheio de água no fim do caminho, entre o poço e a casa do chefe. Enquanto isso, o pote rachado chegava apenas com metade da água.

Foi assim por dois anos, diariamente, o carregador entregava um pote e meio de água na casa do chefe.

É claro que o homem estava envergonhado por realizar apenas metade da tarefa...

Desanimado, o carregador desabafou com um homem que estava à beira do poço: -Estou envergonhado porque nestes dois anos fui capaz de entregar apenas metade da minha carga, porque esta rachadura no pote faz com que a água vaze por todo o caminho até à casa do meu patrão. O defeito deste pote envergonha-me... O homem, sentindo pena do carregador, convidou-o para o acompanhar pela estrada...

 

 E, à medida que eles subiam a montanha, foram reparando nas lindas flores que brotavam no caminho. O carregador percebeu então que o velho pote rachado que vazava permitia aquela Maravilha... porque só havia flores no lado em que a água ía pingando e regando o chão...

pote2

 

Esta história deixa-nos uma lição: Cada ser humano tem virtudes e defeitos e isso não desmerece quem quer que seja... Todos nós temos um lado que é um quase "pote rachado". Porém, com paciência e compreensão, dá para encontrar flores no caminho. Porquê? Atrevo-me a afirmar:

- É das nossas fraquezas que tiramos as maiores forças.